Edgecam Turning ImageEdgecam Turning ImageEdgecam Turning ImageEdgecam Turning Image

PDFEdgecam Turning (Torneamento)

Production Turning 

O Edgecam Turning fornece funcionalidades para uma gama alargada de máquinas, incluindo tornos de 2 eixos, configurações multi-turret (multi-torreta), centros de torneamento com sub-spindle (contra fusos) e máquinas de torneamento/fresagem. O Edgecam suporta totalmente os centros de torneamento incluindo Bar Pull and Feed (alimentação e extração automática da barra), Part Pick Off (remoção da peça), Balanced and Mirrored Turning (Torneamento balanceado e em espelho), and Turret Synchronization (sincronização de torretas).

Os recursos:

  • Aumento da utilização da máquina
  • Redução do tempo de programação
  • Redução do tempo de ciclo
  • Eliminação dos erros de programação com redução da produção de peças defeituosas
  • Redução dos testes na máquina graças à simulação dos percursos
  • Prevenção de colisões e de danos dispendiosos na máquina
  • Suporte total para canned cycles (ciclos repetitivos)
  • Redução do inventário em termos de ferramentas e stock
 
 

Descubra mais

O Edgecam gera ciclos avançados de desbaste e acabamento para tornos, juntamente com suporte para facejamento, furação, tanto em canned cycles (ciclos repetitivos) ou formato longo. O cálculo tem em consideração as ferramenta completa incluindo pastilhas, porta-ferramenta e a distância “F” assim como o material previamente maquinado por forma a evitar gouging (marcas) e corte no vazio. A facilidade de utilização e o conhecimento que os tempos de ciclo são críticos, em especial em máquinas multiconfiguração e máquinas fresagem/torno, sustentam o desenvolvimento do módulo de torneamento do Edgecam. O Edgecam suporta as pastilhas Sandvik Coromant Wiper nas ferramentas de torno, permitindo que estes sejam usados de forma eficaz em todos os aspetos da maquinação.

Update stock (Actualiza Stock) O Edgecam tem a capacidade de manter o stock actualizado em tempo real na árvore de operações. O modelo representa os restos da maquinação ou stock por maquinar. Os percursos de ferramenta subsequentes irão detetar automaticamente o resto por maquinar resultando numa eficácia de 100% em qualquer percurso de torno, da sequência do Edgecam. Update stock é suportado desde a versão básica para centros de torneamento a 2 eixos, até um centro de maquinação torno/fresa com multi-torreta e contrafusos com CYB. Ao executar ciclos de back turning (torneamento invertido) num recess (intervalo) ou groove (ranhura) é importante que o conheça o estado do stock para evitar o corte no vazio ou eventuais colisões numa aproximação a um rasgo. Num centro de torneamento com sub-spindle (contra fusos) quando a peça é transferida da bucha principal para a secundária, o stock atual é transferido também. Qualquer maquinação posterior na bucha secundária detetará o stock no estado em que deixou a bucha principal o que proporciona a sequência de maquinação mais correta possível.

Collision Detection / Simulation (Deteção de Colisões / Simulação) É imperativo que seja verificado, não só o contato entre a ferramenta e o material, mas também das ferramentas não usadas carregadas na torreta. A maior parte dos centros de torneamento limita esta área de perigo elevado de colisões ao mínimo. Um bom exemplo disto é em torretas estáticas onde ferramentas tais como as barras de mandrilamento, podem ser estendidas para além da ferramenta que está a cortar. O Edgecam não só irá verificar a ferramenta que está a cortar mas também todas as ferramentas carregadas na torreta, em relação a toda a máquina e a sua cinemática, dando suporte total a Mini Turrets (mini-torretas), capto tooling e apoios programáveis.

Swarf Clearance Ao maquinar o interior de um furo, o material solto pode acomular-se à volta das pastilhas o que pode resultar ou em falha da pastilha ou em redução da sua duração. O Edgecam permite que se retire a ferramenta ou se afaste do diâmetro após um determinado número de cortes. O utilizador pode recuar a ferramenta até uma posição conhecida, após um certo número de cortes por forma a limpar qualquer material solto do furo.

Sub spindles (Contra fusos) O Edgecam suporta totalmente os centros de maquinagem com uma bucha secundária e torretas duplas incluindo:

  • Bar pull (Puxar a barra)
  • Bar feed (Alimentar a barra)
  • Part pick and return (Apanhar a peça e retornar
  • Bucha principal e secundária a trabalhar em conjunto

O suporte para torreta dupla tanto para tornos com eixo simples ou duplo incluem:

  • Balanced turning (Torneamento balanceado)
  • Z lag options improving metal removal (opções de atrasar o z para retirar o material)
  • Mirrored turning (Tornamento em espelho)
  • Turret synchronisation and simulation (sincronização da torreta com simulação)

Controlo do ciclo

Individual Element offsets (Offsets de elementos individuais) Os ciclos de torneamnto do Edgecam pemitem especificar offsets para diâmetros a tornear, furos, rasgos e faces. Esta função é útil quando o elemento necessita que alguns seja posteriormente acabados, e outros quando tenham de possuir uma extra para serem esmerilados, posterior maquinação ou tratamento superficial.

A maior parte dos sistemas existentes atualmente no mercado só permitem que se defina um offset constante, ao contrário do Edgecam que lhe permite o controlo total para cada elemento individual a maquinar.

Break Edge (Quebra de Arestas) O programador nem sempre tem a facilidade de pedir ao cliente para rever o desenho por forma a incluir chanfros ou quebras de aresta, mesmo que pedidos no desenho técnico. Os ciclos de torneamento do Edgecam fornecem ao programador a possibilidade de quebrar as arestas mesmo quando não tiver sido incluído no modelo fornecido pelo cliente.

Down Cutting Esta função incluída no ciclo de acabamento alterna a direção de corte no perfil de acabamento por forma a que a ferramenta esteja sempre em down cutting ou que nunca suba pela face. Isto aumenta a vida útil da ferramenta e permite uma qualidade de acabamento superior.

Sequential Castellation grooving Os ciclos tradicionais de ranhurar desgastam a ferramenta de um lado após o corte inicial à largura máxima. Com o Sequential Castellation grooving, a ferramenta começa num bordo e move-se para o outro, realizando cortes à largura total.

Depois retorna e remove os ‘rings’ (anéis) deixados pelo corte da primeira passage. Isto garante que a carga na grooving tool (ferramenta de ranhurar) é feita na parte da frente, em oposição aos lados. Também garante desgaste uniforme na pastilha.

Rough Turn Sectioning (Desbaste por secções) Para baixar ao mínimo o efeito tool push off (afastamento da ferramenta) nos grandes diâmetros, o Edgecam desenvolveu uma estratégia de seccionamento onde o utilizador pode dividir o ciclo de desbaste em secções. O utilizador define uma distância de interrupção Z e os cortes de desbaste são divididos em secções.

Rough turn Variable cut Depth Esta função serve para evitar notches wearing (“bocas”) na ferramenta. Os cortes são alternadamente ‘ramped’ then ‘normal’ (‘rampeados’ e depois ‘normais’). Durante o corte ‘ramped’ a profundidade de corte é reduzida gradualmente até zero. O próximo corte (que será normal e começara com o mesmo avanço) remove então a rampa que restou. Se um corte rampeado for interrompido pelo contorno, ele acompanha o contorno até ele se reencontrar com o percurso rampeado.